PESQUISA EM SITE

É possível que as mulheres grávidas tenham cerveja não alcoólica

A gravidez é muito surpreendente e às vezesperíodo imprevisível na vida de uma mulher. Durante a gravidez, a mãe expectante muda muito, e essas mudanças se relacionam não apenas com a aparência e fisiologia: caráter e hábitos, e humor também mudam. Um tema especial é a mudança nas preferências de gosto. O principal estereótipo associado à gravidez é que, desde os primeiros dias, a mulher grávida deveria ter puxado salgado. Na verdade, às vezes acontece, mas não com a frequência que costuma pensar. Há também aberrações aromatizantes mais frequentes, por exemplo, um desejo irresistível de cerveja. É celebrada por muitas futuras mães. Em regra, é causada por uma deficiência no corpo de vitaminas B grávidas e, portanto, vale a pena consultar um médico para resolver este problema. No entanto, a paixão por uma bebida espumosa não passa rapidamente, e ainda surge a pergunta: como ser? Claro, o álcool durante a gravidez é altamente indesejável, e a primeira coisa que vem à mente é a cerveja não alcoólica. É possível que as mulheres grávidas tenham cerveja não alcoólica?

Na verdade, esta questão, com a aparêncianão há uma resposta inequívoca ao estudo. Com muita precisão, você pode dizer que, com problemas de inchaço e rim, qualquer cerveja não deve ser consumida, mas esta regra também se aplica a pessoas não grávidas, independentemente do sexo. Além disso, se a cerveja isenta de álcool é prejudicial para as mulheres grávidas depende de quão bom é: muitas vezes em tal cerveja, nada é restante da bebida - estes são concentrados contínuos, aromas, conservantes e nada natural. Provavelmente, qualquer uma dessas soluções será de qualquer tipo, porém, geralmente as mulheres grávidas a sentem e não beberão tal bebida, porque isso causará sensações de sabor extremamente desagradáveis, muito longe da expectativa. Isto é devido ao fato de que uma mulher grávida exacerba a percepção de gosto e cheiro - um mecanismo de proteção especial projetado para evitar o consumo de alimentos de má qualidade.

Disputas sobre se é possível para mulheres grávidascerveja sem álcool, também são realizadas porque muitas vezes em mulheres grávidas há problemas com a digestão, em particular, azia, e de qualquer cerveja torna-se muito pronunciada, e talvez alguns minutos de prazer não valem as horas subseqüentes de tormento. Mas com alguns distúrbios digestivos, em particular, constipação, a cerveja pode ser muito útil.

Também não há uma resposta inequívoca e a questão,se é possível que as mulheres grávidas tenham cerveja não alcoólica ou melhor vida natural, mas em quantidades menores. Aqui os médicos não são unânimes: alguém acredita que um copo de cerveja ao vivo uma vez por semana não vai doer, e alguém acredita que o kefir deve ser usado com extrema cautela. Por certo, é improvável que uma mulher grávida sem vínculo patológico com bebidas alcoólicas beba mais de cem e duzentos gramas de cerveja normal e, talvez, tenha satisfeito seus desejos, não sonhará mais com isso. Mas o efeito do álcool no feto pode ser imprevisível - às vezes mesmo doses muito pequenas podem criar um efeito teratogênico, então você não deve assumir riscos.

A questão de saber se as mulheres grávidas podem ser não alcoólatrasa cerveja permanece aberta: por um lado, qualquer disponível na venda a retalho, mesmo a bebida de alta qualidade contém preservativos - caso contrário, seria armazenado por um longo tempo e, por outro lado, talvez a satisfação atempada desse desejo não permita que ele se torne uma obsessão , estragando o clima de uma mulher grávida e tão instável e imprevisível. Se a cerveja sem álcool vale a pena para as mulheres grávidas ou não, depende de elas decidir, mas é necessário levar em consideração o estado geral do corpo, especialmente os rins, que já são altos neste período. Talvez você só precise colocar em ordem a dieta e enriquecê-la com os nutrientes necessários, a falta de que diz esse desejo. Em qualquer caso, o conselho de um especialista competente não vai doer.

</ p>
  • Avaliação: